Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Notícias

UFT cria atendimento especial para paciente de cirurgia bariátrica

O curso de Nutrição da Universidade Federal de Tocantins (UFT) criou em 2013 um projeto de extensão para prestar atendimento qualificado e específico para a população obesa grave do estado do Tocantins, que realizou ou vai realizar cirurgia bariátrica. Considerando que o Estado Tocantins é novo e ainda carente de profissionais para realização deste tipo de atendimento, viu-se a necessidade da criação de um local especifico para atendimento deste público-alvo.
Denominado Programa Ambbar, o projeto é aberto a toda a população, e já atendeu mais de 60 pacientes, sendo 40% não residentes em Palmas. Por semana, são atendidos em torno de 20 pacientes, tanto pré quanto pós-operatório. Os atendimentos são agendados conforme necessidade do paciente e realizados por professores da instituição e alunos do curso de Nutrição, previamente capacitados.
Os atendimentos de nutrição desse programa são realizados de segunda a sexta-feira, no campus da UFT, na cidade de Palmas. Os agendamentos ocorrem conforme disponibilidade de horário e a única exigência é que o paciente seja pré ou pós-operatório em cirurgia bariátrica. O agendamento pode ser feito via telefone no horário comercial.
Importante destacar que este programa tem o objetivo de prestar atendimento à população específica, mas também oferecer ao acadêmico de Nutrição a possibilidade de aprofundar seus conhecimentos, conhecer a prática clínica ambulatorial, assim como prestar um atendimento de qualidade a este grupo que cresce a cada dia.
A obesidade grave em todo o mundo cresce de forma assustadora, e no Estado do Tocantins não é diferente. Comparando os estudos nacionais (Endef 1974-75, PNSN 1989, POF 2002-2003) relacionados ao estado nutricional, observa-se que a obesidade mórbida (IMC > 40kg/m2) no Brasil apresentou um crescimento de 255%, passando de 0,18% (em 1974-1975) para 0,33% (em 1989) e 0,64% (em 2002-2003). Na região Norte apresentou aumento de 410%, incluindo Tocantins.
Com o aumento da obesidade mórbida, observa-se a elevação no número de procedimentos cirúrgicos para seu tratamento. Para prestar melhor atendimento nutricional a esta população é necessário estudo, conhecimento e aprofundamento das necessidades e carências dos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica.
 

Ambbar – (063) 3232-8533/e-mail: ambbar@gmail.com

Coordenação: Profª Sônia Lopes Pinto

 
O Programa Ambbar surgiu em 2013 como uma necessidade de prestar atendimento nutricional qualificado e específico para a população obesa grave do estado do Tocantins, que realizou ou vai realizar cirurgia bariátrica. Considerando que nosso estado ainda é muito novo e ainda carente de profissionais para realização deste tipo de atendimento, viu-se a necessidade da criação de um local especifico para atendimento deste público-alvo.
O programa nasceu como projeto de extensão na Universidade Federal do Tocantins – UFT no curso de Nutrição, na cidade de Palmas, e é aberto a toda população da cidade e região. Hoje, o programa já prestou atendimento a mais de 60 pacientes, sendo que cerca de 40% destes não são moradores da cidade, e domiciliam em várias regiões do estado do Tocantins. Por semana, são atendidos em torno de 20 pacientes, tanto pré quanto pós-operatório. Os atendimentos são agendados conforme necessidade do paciente e realizados por professores da instituição e acadêmicos do curso de Nutrição, previamente capacitados. Importante destacar que este programa tem o objetivo de prestar atendimento a população específica, mas também oferecer ao acadêmico de Nutrição a possibilidade de aprofundar seus conhecimentos, conhecer a prática clínica ambulatorial, assim como prestar um atendimento de qualidade a este grupo que cresce a cada dia.
A obesidade grave em todo mundo cresce de forma assustadora, e no estado do Tocantins não é diferente. Comparando os estudos nacionais (ENDEF 1974-75, PNSN 1989, POF 2002-2003) relacionados ao estado nutricional, observa-se que a obesidade mórbida (IMC > 40kg/m2) no Brasil apresentou um crescimento de 255%, passando de 0,18% (em 1974-1975) para 0,33% (em 1989) e 0,64% (em 2002-2003). Na região Norte apresentou aumento de 410%, região esta, onde se encontra nosso estado.
Em razão desse aumento exagerado da obesidade grave no país e no estado do Tocantins, é que se observa a elevação no número de procedimentos cirúrgicos para tratamento da obesidade. Para prestar melhor atendimento nutricional a esta população é necessário estudo, conhecimento e aprofundamento das necessidades e carências dos pacientes submetidos a cirurgia bariátrica. O programa Ambbar realiza, portanto, atendimentos de nutrição de segunda a sexta-feira na Universidade Federal do Tocantins – UFT, na cidade de Palmas/Tocantins. Os agendamentos são realizados conforme disponibilidade de horário e a única exigência é que o paciente seja pré ou pós operatório. O agendamento pode ser feito via telefone no horário comercial.
 

Ambbar – (063) 3232-8533/email:ambbar@gmail.com

Coordenação: Profª Sônia Lopes Pinto