Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content

Notícias

Vacina profissionais da saúde DF

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde do DF – http://www.saude.df.gov.br/vacinadf   Atualizado em 16/04/21 às 16h07

A vacinação contra a Covid-19, no Distrito Federal, começou no dia 19 de janeiro. Até o momento, o DF já recebeu doze remessas de vacinas totalizando 712.310 doses de imunizantes. A distribuição ocorreu da seguinte forma:

Foram recebidas, até o momento, 536.560 doses da vacina CoronaVac. O imunizante foi desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac e é produzido no Brasil pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês. A vacina CoronaVac deve ser administrada em duas doses com intervalo de aplicação entre 14 e 28 dias.

O DF também recebeu, até o momento, 175.750 doses da vacina Covishield/AstraZeneca. O imunizante foi desenvolvido pela universidade inglesa de Oxford em parceria com a farmacêutica sueco-britânica AstraZeneca. Essa vacina é produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A vacina tem intervalo de aplicação entre as doses em um período de até 12 semanas.

Cerca de 10% das doses das vacinas são reservadas tecnicamente para repor eventuais perdas. Os números da vacinação no DF podem ser obtidos no Vacinômetro:

 

 

A vacina contra a Covid-19 é aplicada, neste momento, nos seguintes integrantes do grupo prioritário:

Profissionais de saúde que não fazem parte da rede pública

A Secretaria de Saúde iniciou o agendamento para as categorias profissionais, definidas a partir de critérios técnicos, pelo Comitê Gestor de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, no dia 25 de março. O agendamento é feito pelo site vacina.saude.df.gov.br.

As listas com os dados cadastrais são de responsabilidade dos respectivos Conselhos de Classe, dos órgãos públicos ou das entidades representativas reconhecidas pela Secretaria, não havendo a inclusão de cadastros individuais no sistema. É importante ressaltar que os servidores da Secretaria de Saúde em atividade, os trabalhadores da saúde de serviços privados e qualquer cidadão que já tenha recebido a vacina, conforme registro no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), são automaticamente retirados do sistema eletrônico de agendamento, de forma a impedir duplicações ou fraudes.

Conforme foi amplamente divulgado nos meios de comunicação e pelos respectivos Conselhos e entidades, o agendamento para a vacinação se dará em etapas, conforme a disponibilidade de doses e vagas, sendo que nas três etapas já realizadas, foi agendada a vacinação de 34,7 mil profissionais, o que totaliza 29,7% do total de pessoas cadastradas.

É importante que os interessados compreendam que o agendamento se dá por meio do site aberto em dias e horários pré-determinados. O agendamento requer a conectividade com a internet, atenção e agilidade para o preenchimento correto dos dados e a confirmação da finalização do processo de agendamento.

Para maior segurança no agendamento, é importante que ao final do processo os profissionais imprimam a Ficha de Agendamento, que deverá ser entregue no local da vacinação, juntamente com a apresentação dos documentos de identificação.

Não é necessário agendar a segunda dose. O usuário pode comparecer ao ponto de vacinação na data prevista no cartão de vacinação, levando esse documento e outro de identificação com foto.

Orientações:

A vacinação deste grupo contempla os profissionais de saúde do Instituto Médico Legal (IML) e daqueles com registro nos seguintes conselhos e entidades representativas: biologia, nutrição, educação física, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, técnico de radiologia, enfermagem, medicina, odontologia, biomedicina, veterinária, serviço social, farmácia e agentes funerários.

Novas vagas para agendamento via internet para vacinação dos profissionais de saúde serão abertas na próxima terça-feira (20).